terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Tirinhas


Algumas Tirinhas Inspiradas, via Internet.










domingo, 10 de novembro de 2013

A Proporção Divina





           Todos nós já ouvimos falar no número Pi.

É o irracional mais famoso da história, com o qual se representa a razão constante entre o perímetro de qualquer circunferência e o seu diâmetro.
Equivale a 3,141592653589793238462643383279502884197169399375... e é conhecido vulgarmente como 3,1416.
Não o confundir com o número Phi que corresponde a 1,618.
Agora vem a curiosidade de Phi...
O número Phi (letra grega que se pronuncia "fi") apesar de não ser tão conhecido, tem um significado muito mais interessante.
Durante anos o homem procurou a beleza perfeita, a proporção ideal.
Os gregos criaram então o rectângulo.


Era um rectângulo, do qual havia-se proporções: o lado maior dividido pelo lado menor e a partir dessa proporção tudo era construído.
Assim eles fizeram o Parthenon.








A proporção do rectângulo que forma a face central e lateral. A profundidade dividida pelo comprimento ou altura, tudo seguia uma proporção ideal de 1,618.
Os Egípcios fizeram o mesmo com as pirâmides: cada pedra era 1,618 menor do que a pedra de baixo, a de baixo era 1,618 maior que a de cima, que era 1,618 maior que a da 3ª fileira e assim por diante.





Durante milénios, a arquitectura clássica grega prevaleceu.
O rectângulo de ouro era padrão, mas depois de muito tempo veio a construção gótica com formas arredondadas, que não utilizavam o rectângulo de ouro grego.



Mas no ano 1200, Leonardo Fibonacci um matemático que estudava o crescimento das populações de coelhos, criou aquela que é provavelmente a mais famosa sequência matemática, a Série Fibonacci.









A partir de 2 coelhos, Fibonacci foi contando como eles aumentavam a partir da reprodução de várias gerações e chegou a uma sequência onde um número é igual a soma dos dois números anteriores:

1 2 3 5 8 13 21 34 55 89 ...
     1+1=2
     2+1=3
     3+2=5
     5+3=8
     8+5=13
   13+8=21 ... e assim por diante...


Aí entra a 1ª "coincidência":

·    A proporção de crescimento média da série é... 1,618.
·    Os números variam, um pouco acima às vezes, e outras um pouco abaixo, mas a média é 1,618. Exactamente a proporção das pirâmides do Egipto e do rectângulo de ouro dos gregos.

Então, essa descoberta de Fibonacci abriu uma nova ideia de tal proporção, a ponto de os cientistas começaram a estudar a natureza em termos matemáticos e começaram a descobrir coisas fantásticas. Por exemplo:

·         A proporção de abelhas fêmeas em comparação com abelhas machos numa colmeia é de 1,618.
·         A proporção que aumenta o tamanho das espirais de um caracol é de 1,618.
·         A proporção em que aumenta o diâmetro das espirais sementes de um girassol é de 1,618.
·         A proporção em que se diminuem as folhas de uma árvore a medida que subimos de altura é de 1,618.











E não só na Terra se encontra tal proporção.
Nas galáxias, as estrelas distribuem-se em torno de um astro principal numa espiral obedecendo à proporção de 1,618.




Por isso, o número Phi ficou conhecido como A DIVINA PROPORÇÃO.

Por que os historiadores religiosos descrevem que foi a beleza perfeita que Deus teria escolhido para fazer o mundo?


Por volta de 1500, com o retorno do Renascentismo, a cultura clássica voltou à moda.

Michelangelo e, principalmente Leonardo da Vinci, grandes amantes da cultura pagã, colocaram esta proporção natural em suas obras.










Mas Da Vinci foi ainda mais longe: ele, como cientista, usava cadáveres para medir a proporção do seu corpo e descobriu que nenhuma outra coisa obedece tanto a DIVINA PROPORÇÃO do que o corpo humano... Obra prima de Deus.






Por exemplo:

·         Meça sua altura e depois divida pela altura do seu umbigo até o chão: o resultado é 1,618.
·         Meça seu braço inteiro e depois divida pelo tamanho do seu cotovelo até o dedo: o resultado é 1,618.
·         Meça seus dedos, ele inteiro dividido pela dobra central até a ponta ou da dobra central até a ponta dividido pela segunda dobra: o resultado é 1,618.
·         Meça sua perna inteira e divida pelo tamanho do seu joelho até o chão: o resultado é 1,618.
·         A altura do seu crânio dividido pelo tamanho da sua mandíbula até o alto da cabeça dá 1,618.
·         Da sua cintura até a cabeça e depois só o tórax: o resultado é 1,618.
·         Considere sempre erros de medida da régua ou fita métrica, que não são instrumentos precisos de medição.
·         Tudo, cada osso do corpo humano, é regido pela DIVINA PROPORÇÃO.
·         Coelhos, abelhas, caramujos, constelações, girassóis, árvores, arte e o homem, coisas teoricamente diferentes, são todas ligadas numa proporção em comum.
·         Até hoje essa é considerada a mais perfeita das proporções. Meça seu cartão de crédito, largura / altura, seu livro, seu jornal, uma foto revelada.
·         Encontramos ainda o número Phi em famosas sinfonias como a 9ª de Bee
thoven e em outras e diversas obras.


Então... Isso tudo será uma mera coincidência?


Ano 2000

Como seria o ano 2000 imaginado em 1910



Um artista francês chamado Villemard produziu no ano de 1910 uma série de ilustrações imaginando como seria a vida em 2000. As ilustrações foram encontradas no na biblioteca nacional da França, e acredita-se que elas eram uma espécie de figurinhas colecionáveis que vinham em alimentos.

                                    
Os barcos voariam. Uma espécie de avião.



Essas moças estão usando patins motorizados.



Uma pessoa passa uma imagem que é enviada de outro lugar. 



Um aluno coloca livros em uma máquina de moer, as informações são transformadas em sinais elétricos que vão para a mente dos alunos.



Uma máquina que faz uma peça de roupa por vez.



Carros de guerra em conflito.



O nome dessa imagem é "curiosidade". Acreditava-se nessa época que a maioria dos animais estariam extintos no ano 2000. As pessoas admiram um cavalo, que na cabeça do artista, seria raro hoje em dia.



Segundo a ilustração, um trem elétrico ligaria Paris à Beijing.



Um helicóptero sendo detectado por uma torre de comando.



Uma patrulha e suas bicicletas armadas.



Um banheiro com vários mecanismos, alavancas e engrenagens. A eletrônica era inimaginável nesse mundo mecânico.



Pessoas ouvindo o seu jornal favorito.



Um arquiteto seria responsável por uma obra inteira, apenas controlando botões. Um dos botões ativa um auto-falante que solta cantadas para as moças que passam na rua.



Um policial para um avião que está cometendo alguma infração de trânsito.

Idioma Alemão



                                A Língua Alemã


A
 -------------------------------------------------------------


sábado, 13 de julho de 2013

Praça São Salvador

Mais Violência
Agora embaixo das nossas janelas

video